Plataforma EAD

Como escolher a melhor metodologia de ensino para o seu curso online

Rafael Müller
Escrito por Rafael Müller em 29 de agosto de 2020
Junte-se a mais de 25 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A presença maior da tecnologia na educação mudou de maneira considerável os processos de ensino e o como aprender. Nisso, mudou também a metodologia de ensino – e uma escolha errada aqui impacta negativamente no seu EAD.

Afinal, qual é a melhor metodologia de aulas online? Atualmente, há mais de uma substituindo o que seria a metodologia de ensino tradicional. A forma como o aluno se relaciona com o curso na internet é diferente e o professor deve saber disso.

Então prossiga com a leitura do artigo para entender o que é metodologia de ensino no EAD e quais tem sido aplicadas na internet!

O que é a metodologia de ensino?

“Metodologia de ensino é baseada na interação de processos colaborativos, isso é fato. Contudo, é também produzida a partir da inovação e empoderamento do aluno em sua educação.”

Metodologia é o “caminho ou via para a realização de algo” (“methodos” remete a metas e objetivos, “hodos” a caminho e “logia” a estudo.). Dessa forma, significa o estudo de métodos ou a busca pelo caminho.

Na educação, se trata do estudo de diferentes trajetórias planejadas e vivenciadas por educadores. Isso é utilizado para direcionar o ensino-aprendizagem a certos objetivos ou fins.

Sendo assim, é possível definir duas grandes linhas de metodologia de ensino:

  • Metodologia de ensino ativo: o aluno é o maior responsável por absorver o conteúdo, por meio da participação e interação em aula;
  • Metodologia de ensino aprendizagem interativa: há uma comunicação entre aluno e objeto ou com outro aluno. Um exemplo é a gamificação.

Por que é importante escolher uma metodologia de aulas online?

Primeiramente, porque a metodologia de ensino tradicional é baseada em pontos agora muito contestados. De certa forma, buscava sistematizar o ensino, mesmo que este sistema não encaixasse com esse ou aquele aluno.

Segundo, porque não é possível encaixar plenamente uma metodologia presencial na internet. Apesar de similares em objetivo e teoria, a metodologia de aulas online difere em execução.

Enquanto na aula presencial o professor interage em tempo real com o aluno, na internet esse é um processo mais complicado. Por isso, a preocupação é maior em entregar um plano de aula  completo e que faça o aluno prestar atenção na aula.

Para aplicar um plano de ensino com metodologia EAD, é necessário pesquisar e ver qual funciona para seu público-alvo. Para te ajudar, aqui vão algumas das mais utilizadas e mais eficientes!

Metodologia de ensino EAD: quais são as opções?

Há novas metodologias de ensino no mercado, cada qual atendendo a uma nova especificidade dos alunos. É seu papel entender qual melhor se encaixa com os seus!”

Há inúmeras metodologias no mercado, com várias formas de aplicação cada uma. Por isso, é possível montar um plano de ensino com metodologia EAD único, feito especificamente para seus alunos.

Para conseguir isso, você deve entender cada metodologia e adaptá-la para seu modo de ensinar!

Metodologia clássica EAD (ou metodologia da autoaprendizagem)

Primeiramente, a metodologia clássica do EAD, com aulas em formato Video On Demand (VOD) ou ao vivo. Não há necessidade de professores e alunos compartilharem do mesmo espaço ou sequer do mesmo tempo.

O material de aula virtual é disponibilizado geralmente em PDF para consulta após as aulas, como uma forma de revisão. Para acessar tanto as aulas, como o material extra, é necessário login e senha dentro de uma plataforma EAD.

Dessa forma, o aluno tem total liberdade em seus estudos, sendo o único responsável por gerir o tempo dentro do curso. Há melhor flexibilização de tempo, assim como para organizar os estudos, cabendo ao professor escolher um bom material de ensino.

Claro que aqui o aluno deve refletir e entender o conteúdo por conta própria para estimular seu desenvolvimento. Por isso, é recomendada a adição de avaliações ao final de cada aula ou módulo.

Tal prova pode ser um questionário com perguntas fechadas e/ou abertas, além de atividades não avaliativas para prática do conhecimento adquirido.

Obs: o Ministério da Educação exige que, em cursos de graduação, 20% das aulas sejam realizadas presencialmente.

Metodologia de aprendizagem aberta

A metodologia de aprendizagem aberta se trata de um processo de ensino onde há estudo de mais de um tema ao mesmo tempo. Dessa forma, propõe um conteúdo interdisciplinar, que passa por dois ou mais cursos distintos.

Com novamente o aluno sendo responsável por seu cronograma e modo de estudo, há uma flexibilidade temática na teoria e na prática. Isso se vê na mudança dos processos avaliativos:

  • Mudam-se os critérios de avaliação frequentemente;
  • alternância entre questionários fechados ou abertos e questões de redação.

Dessa forma, é a metodologia mais difícil de se aplicar, pois a mistura de assuntos pode causar confusão. Contudo, após adaptação, é uma ótima forma de repassar um conteúdo mais prático, pois a vida real exige conhecimento interdisciplinar.

Gamificação

Sim, os jogos podem ajudar na educação. A gamificação é o uso de técnicas de jogos para gerar engajamento a um determinado fim, sendo na educação estímulo para solução de problemas.

E como funciona no plano de ensino com metodologia EAD? Basicamente, a gamificação promove a curiosidade do usuário, o recompensando após apresentar soluções criativas.

Ao estruturar seu conteúdo dentro dessa lógica, você tira o peso de uma aula formal, que comumente o cansaria. Ao “gamificar” o ensino, você gera uma educação mais divertida, que provavelmente terá mais engajamento por parte do aluno.

Como aplicar?

Primeiramente, é necessário um Ambiente Virtual  que estimule o raciocínio lógico pela gamificação. É importante haver um ícone com conteúdos consumidos, sendo disponibilizado um bônus ao alcançar uma meta.

Depois, você deve idealizar como serão ministradas essas aulas: de maneira exclusiva? Por meio de monitorias particulares? Por fim, você deve definir qual será o bônus após o alcance de cada meta.

É importante manter o bônus, pois a quebra da promessa gera um desengajamento difícil de recuperar.

Metodologia de ensino aprendizagem adaptativa

A aprendizagem adaptativa se trata de uma prática onde o professor busca entender as necessidades do aluno e se adaptar a ele. Diferente do modelo tradicional, o professor não é o centro da sala.

Por meio da tecnologia, o professor é capaz de lidar com diferentes ritmos e dificuldades individuais. Analisando as carências, é proporcionado um conteúdo mais preciso ao aluno.

Segundo Howard Gardner, professor de Harvard, há diferentes tipos de inteligência, que diferem a partir da forma como as informações são processadas. A partir dos estudos dele, foi possível perceber que um ensino puramente lógico-matemático não funciona.

Ao aplicar a aprendizagem adaptativa, o aluno tem um conteúdo adequado para seu ritmo e maior flexibilização do estudo. Basicamente, ele se torna o centro da sala.

Como é aplicável?

Assim como a gamificação, a aprendizagem adaptativa é uma das novas metodologias de ensino aplicáveis na tecnologia. Através de uma plataforma EAD, é possível driblar a maior dificuldade do professor: como lidar com as particularidades de cada aluno.

  • Correção automática de atividades, sendo possível elaborar diferentes avaliações;
  • Redução ou aceleração do ritmo de conteúdo conforme o desempenho do aluno;
  • Melhor organização do plano de aula virtual para cada aluno.

Sala de aula invertida

Por que sala de aula invertida? Enquanto na metodologia tradicional, o aluno recebe a matéria em sala e faz a tarefa em casa, a sala de aula invertida faz o contrário: o aluno internaliza os conteúdos essenciais antes da aula e discute seus conhecimentos em sala.

Novamente com o foco no aluno, o conteúdo é repassado antes a ele, sendo feito por meio de videoaulas, games, podcasts, textos, pesquisas, etc. Esse conteúdo introdutório é então aprofundado e discutido com os colegas.

Para concluir o ensino, o professor proporciona conhecimento pleno do conteúdo através de temas complementares. Ele pode propor projetos específicos ou então a realização de atividades em grupo.

Ao invés de repassar uma única visão para várias pessoas, o professor recebe várias visões e as põe em discussão.

Qual é seu benefício metodológico?

  • Maior espaço para abordagens inovadoras por parte do professor;
  • Protagonismo do aluno, com ele sendo agente ativo em seu aprendizado;
  • Conteúdo mais prático e maior possibilidade de debates ricos e avançados.

Ensino híbrido

Também conhecido como blended learning, o ensino híbrido propõe algo interessante: combinar as atividades realizadas a distância com as feitas em uma sala de aula. Dessa forma, há uma mistura do ensino presencial e online.

Assim, há uma adaptação mais simples ao aluno, que permanece um pouco dentro de sua realidade tradicional. Contudo, o professor deve estar preparado para um conteúdo fluído em ambas as aulas.

O indicado é que o professor elabore conteúdo que seja consumível pela internet, mas é importante haver um plano de aula adequado para cada modalidade.

Por que essa metodologia é aplicada?

Novamente, o Ministério da Educação só permite faculdades EAD se elas tiverem um polo físico para realização de provas e apresentações presenciais. Por isso, cursos de graduação a distância e corporações costumam adotar essa metodologia.

Como escolher a melhor metodologia de ensino?

Entre as novas metodologias de ensino e aquelas já tradicionais, é importante frisar o que importa na sua escolha: a adequação a sua realidade e a de seus alunos. Por isso, há certos pontos que você deve considerar ao escolher.

Confira eles agora!

1. Investigue os métodos

O principal a se fazer é conduzir pesquisas acerca da aprendizagem, vendo o que instituições de ponta e cursos famosos fazem. Assim, você tem uma base da concorrência sobre o que é feito e quais os resultados.

2. Faça testes pontuais

Agora é hora de aplicar a metodologia na sua realidade. O ideal é fazer testes pontuais, colocando seus possíveis alunos de frente a essa realidade no EAD.

3. Avalie os resultados

Ao fim dos testes pontuais, faça uma coletânea das respostas e veja qual metodologia se apresentou mais eficaz para sua realidade!

Conclusão

Ao fim desse artigo, é possível se chegar a duas conclusões: a tecnologia permite a maior parte dessas metodologias e, para funcionar, elas devem se encaixar com a realidade dos alunos.

Ao entender esses dois pontos, você percebe como funciona a metodologia de ensino no EAD. Ao aplicar tecnologia e fazer seu aluno ter papel mais ativo no próprio aprendizado, é mais fácil obter os resultados almejados!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Replies to “Como escolher a melhor metodologia de ensino para o seu curso online”

Ambiente virtual de aprendizagem (AVA): O que é e como utilizá-lo? › Blog Innovio

[…] Plataforma EAD […]

Como desenvolver um plano de Aula EAD inovador, criativo e eficiente › Blog Innovio

[…] Plataforma EAD […]

O que é educação corporativa e a importância no sucesso empresarial › Blog Innovio

[…] Plataforma EAD […]

Ambiente virtual de aprendizagem (AVA): O que é e como utilizá-lo?

[…] Plataforma EAD […]