I N N O V I O

Carregando...

Saiba como fazer um plano de curso microlearning em 9 passos

Afinal, como fazer um bom plano de curso dentro do modelo microlearning, de modo a aproveitar todo o potencial dessa metodologia? Essa é uma dúvida de muitos professores e gestores de departamento pessoal de empresas.

Se você também compartilha dessa dúvida, então não deixe de conferir nosso passo a passo sobre como elaborar planos para treinamentos e cursos usando a metodologia microlearning. Confira!

Fazendo um plano de curso em microlearning #1: entendendo o público-alvo

Antes de qualquer coisa, é preciso que você saiba qual é o público-alvo do curso ou treinamento a ser desenvolvido.

Somente assim você poderá personalizar as aulas de modo a potencializar o aprendizado dos estudantes.

Seria realmente difícil pensar uma abordagem eficiente para um curso sem o conhecimento das demandas e características das pessoas que vão assisti-lo, não é verdade?

Entender esse público permitirá que você escolha materiais que gerem o envolvimento dos alunos nas discussões propostas.

Por exemplo, adolescentes de classe média reagiriam melhor a conteúdos escritos ou seria melhor adotar pequenas lições em vídeo?

“Da mesma forma, entender o perfil do público-alvo possibilita a adequação da linguagem utilizada nos conteúdos, de maneira a gerar empatia e facilitar o entendimento da mensagem.”

Para ilustrar esse ponto, imaginemos um treinamento sobre segurança do trabalho a ser oferecido para pedreiros e ajudantes de obra com ensino fundamental completo.

Nesse caso, deve-se evitar o uso de palavras e expressões que dificultem a compreensão dos conteúdos transmitidos nas aulas.

Fazendo um plano de curso em microlearning #2: definindo o objetivo do curso

Para que se possa fazer um planejamento de curso dentro da metodologia de microaprendizado, é fundamental que se tenha clareza no que diz respeito aos objetivos a serem alcançados.

Lembre-se que o microlearning é focado em resultados bem estabelecidos. Em outras palavras, os objetivos não podem ser gerais ou inespecíficos.

Pelo contrário, o ideal é que se escolha apenas um objetivo por curso. Dessa forma, é possível otimizar os resultados do processo de ensino-aprendizagem.

Então, qual seria o objetivo de um curso ou treinamento de curta duração? Ele pode ser um comportamento a ser adotado pelos alunos ou uma habilidade a ser colocada em prática.

Ademais, é necessário que os estudantes entendam o porquê do treinamento, sua razão de ser.

Com objetivos bem delimitados, será bem mais fácil realizar o planejamento do curso, evitando conteúdos inúteis aos alunos.

Fazendo um plano de curso em microlearning #3: utilize a conversa

O planejamento dos cursos dentro da metodologia de microaprendizado deve considerar o tom a ser usado nas aulas.

Geralmente, o ideal é que os conteúdos sejam transmitidos por meio de um tom mais próximo de uma conversa.

Essa é uma forma de “chamar” os alunos para a discussão, envolvendo-os de maneira sedutora.

Além disso, o tom conversacional é uma ótima maneira de manter a linguagem das aulas mais próxima à conhecida pelo público-alvo dos cursos, o que aproxima ainda mais os estudantes dos assuntos abordados.

Ao contrário, explicações de conceitos feitas de maneira isolada e pouco amigável não são eficientes, pois promovem a dispersão e dificultam o aprendizado.

Já algumas técnicas, como o storytelling devem ser utilizadas com cuidado, haja vista que podem causar confusão e tirar o foco das discussões que realmente importam.

Fazendo um plano de curso em microlearning #4: definindo formatos para o curso

Agora que você já sabe qual o seu público-alvo e já estabeleceu os objetivos do curso, deve decidir quais formatos serão utilizados na apresentação dos conteúdos.

Evidentemente, esses formatos devem ser compatíveis com o microlearning. A seguir, indicamos os recursos que você poderá usar para otimizar o aprendizado dos alunos. Veja!

Vídeos

Os vídeos são capazes de sintetizar ideias de maneira bastante clara e objetiva. Além disso, eles atraem mais a atenção e são mais facilmente retidos na memória.

Podcasts

Com podcasts, é possível expor conceitos e ideias por meio de histórias ou diálogos, possibilitando o uso de uma linguagem mais próxima à falada pelo público-alvo dos cursos.

Recursos interativos

Esses recursos são formas de propiciar uma participação mais ativa dos alunos nas aulas. Entre eles, podemos mencionar as ferramentas de “arrasta e solta”, os jogos e testes. Nas aulas presenciais, podem ser usados quadros interativos.

Infográficos

Os infográficos são uma ótima forma de apresentar dados de maneira atraente, clara e intuitiva. Por isso, eles podem ser empregados com muito proveito na microaprendizagem.

E-books

Os e-books podem servir como um material complementar, apresentando informações de maneira mais aprofundada e reforçando apontamentos dados em vídeos.

Fazendo um plano de curso em microlearning #5: faça a subdivisão dos conteúdos

“Um bom treinamento online dentro da proposta de microaprendizado deve ter um conteúdo bem subdividido, permitindo a exposição de conceitos de maneira clara, direta e completa.”

Mas atenção: subdividir não significa fragmentar! O objetivo não é “encurtar” os conteúdos de qualquer maneira, mas tornar as aulas mais objetivas.

Em outras palavras, procure sempre ser o mais direto possível, haja vista que os vídeos devem ser curtos (com durações que podem variar entre alguns segundos e 5 minutos).

Essa objetividade permitirá a exposição de raciocínios completos em um curto período de tempo.

Assim, você poderá evitar a dispersão dos alunos, especialmente se eles pertencem à geração dos nativos digitais.

De fato, de acordo com o neurocientista alemão Manfred Spitzer, essa geração possui muita dificuldade de manter o foco, além de uma capacidade de memorização muito menor do que a de seus pais.

Fazendo um plano de curso em microlearning #6: planeje a duração do curso

Conforme já mencionamos, a microaprendizagem se caracteriza por cursos de curta duração.

Isso significa não somente que a carga horária completa deve ser curta, como, também, que as aulas devem ter uma duração menor.

Ou seja, é preciso planejar o número de aulas do curso, pois muitas subdivisões podem tornar a formação cansativa e confusa.

Lembre-se que toda informação que não é essencial deve ser eliminada e que as aulas devem abarcar pequenos tópicos de maneira completa, sem lacunas.

Fazendo um plano de curso em microlearning #7: a importância de uma boa plataforma EAD

É preciso, também, pensar em uma plataforma online para alocar os vídeos e materiais.

De maneira geral, uma plataforma de EAD ideal para seu curso online deve conter as seguintes características:

  • Ambiente de aprendizagem dinâmico e intuitivo;
  • Responsividade;
  • Alocar conteúdos em diversos formatos;
  • Possibilitar a interação entre alunos e professores;
  • Ser otimizada para dispositivos mobile.

A seguir, explicamos cada uma dessas características em mais detalhes. Acompanhe!

AVA intuitivo e dinâmico

“O Ambiente Virtual de Aprendizagem deve disponibilizar ferramentas dinamizem e facilitem o processo de ensino-aprendizado. Ademais, todas as funcionalidades devem ser dispostas de maneira intuitiva e descomplicada.”

Responsividade

Ademais, as plataformas devem permitir o acesso rápido a todos os recursos, especialmente à execução dos vídeos. De fato, a demora no tempo de carregamento pode afetar o aprendizado e desestimular os alunos.

Conteúdos em diversos formatos

A microaprendizagem somente é efetiva quando as aulas são dinâmicas. E, para isso, é fundamental o uso de diversos conteúdos, os quais devem poder ser alocados nas plataformas EAD.

Interação

Essas plataformas devem possuir fóruns para a troca de experiências entre os alunos e espaços para que os professores possam tirar dúvidas.

Adaptação a dispositivos mobile

O microlearning somente faz sentido quando o acesso a cursos é irrestrito. Por isso, uma boa plataforma EAD deve possibilitar o acesso a aulas e demais conteúdos em dispositivos mobile, para que aos alunos estudem em qualquer lugar.

Fazendo um plano de curso em microlearning #8: pense em futuras atualizações

Devido à sua especificidade, os cursos realizados dentro da metodologia de microaprendizagem podem ficar obsoletos em pouco tempo.

Por isso, ao planejar um treinamento EAD para empresas ou um curso de formação complementar para profissionais, é importante pensar em formas de incluir possíveis atualizações.

Nos casos de formações que envolvam novas tecnologias, esse aspecto deve ser ainda mais considerado.

Ao se antecipar a mudanças importantes nos assuntos abordados, você poderá atualizar seu curso, evitando que ele fique ultrapassado.

Dito de outro modo, você não precisará fazer um novo curso “do zero” sempre que uma nova mudança ocorrer, evitando o consumo de tempo e de recursos.

Fazendo um plano de curso em microlearning #9: incentive os estudantes

O planejamento do curso não pode desconsiderar estratégias que mantenham a motivação dos alunos em alta.

Logo a seguir, mostramos o que você pode fazer para que seu curso tenha um menor índice de desistência. Confira!

Aprendizado efetivo

Se você fizer um plano de aula EAD inovador, criativo e eficiente, seus alunos conseguirão aprender novas competências e habilidades a cada passo dado. Com certeza, isso os manterá motivados.

Ofereça certificado

Outra forma muito eficiente de manter os alunos empenhados durante a formação é oferecer um certificado de conclusão.

Mostre a importância do seu curso

Durante a formação, tente sempre lembrar aos estudantes a importância do curso que você oferece, mostrando os benefícios que eles terão ao dominar os assuntos que você ensina.

Faça um bom plano de curso em microlearning e otimize os resultados da aprendizagem

Assim, podemos concluir que um treinamento ou curso bem desenvolvido pode fazer a diferença no aprendizado dos estudantes, visto que facilita a retenção dos conteúdos.

Para chegar a esse objetivo, desenvolver um bom plano de curso é imprescindível. Esse plano deve abranger aspectos como duração, formatos de conteúdos e a plataforma a ser usada para alocar os materiais.

 

E você, está encontrando dificuldades em planejar seu curso? Que tal seguir o passo a passo que desenvolvemos para você montar seu primeiro curso. É só clicar em Testar Plataforma logo aqui embaixo!

Monte seu curso EAD agora, Grátis!

Leave a Comment

innovio_logo-04

A Innovio usa tecnologia e design para tornar a experiência de fazer um curso online mais simples e agradável, tanto para quem ensina quanto para quem aprende.

Innovio Desenvolvimento de Software LTDA

CNPJ: 37.480.203/0001-32

Feito com & no